Utopia Online

Desigualdade em prosa, verso etc

Posted by jornalutopia em outubro 15, 2008

 

Sérgio Bernardes

O que você faz quando não está trabalhando, estudando ou fazendo uma atividade rotineira? Com certeza você dedica boa parte de seu tempo livre com entretenimento. A participação que o entretenimento tem na vida das pessoas influencia no comportamento da sociedade? Quando elas se afastam de suas atividades diárias e param para ver os vários tipos de mídias existentes, será que as pessoas possuem um entretenimento com qualidade ou, simplesmente utilizam para uma distração?

 A dúvida que fica é:

As obras das diversas mídias oferecem reflexão ou são os próprios espectadores que se desprendem de idéias presentes na obras?

Se você respondeu que deve ser um pouco de cada, tem razão. Muitas produções artísticas e jornalísticas divulgam a realidade de forma bastante direta, mas não é tão eficaz devido a situações que interferem na construção das mensagens, como inserções de assuntos de menor relevância ou de nenhuma importância. Isso tudo dificulta a interpretação de cada espectador, pois o transporta para outro assunto, não permitindo uma reflexão aprofundada.

 

E chega-se a um ponto de reflexão:

Como as diversas mídias que utilizamos poderiam servir para transformar atual situação de todos em nosso país e no mundo. Artistas e personalidades nas mais diversas áreas e épocas produziram, através de suas obras, mensagens relevantes que merecem destaque na exposição de assuntos relacionados à desigualdade social. Ficar atento às diversas formas artísticas e informativas que te cercam é condição fundamental para se distinguir quem se aproxima dos objetivos de muitos cantores, escritores, artistas plásticos e celebridades.

 

Horizontes

É possível constatar que as obras apresentam conteúdo que possibilita a reflexão sobre desigualdade. Portanto é uma escolha do próprio espectador se utilizará o seu tempo somente para distrair-se ou refletirá sobre a sociedade em que vive e que faz parte fundamental do contexto social.

Definir quais serão os produtos de entretenimento que estarão em alta na mídia depende muitas vezes dos próprios espectadores, que escolhem por uma determinada obra. Portanto, cabe a todos que têm acesso aos vários meios, sejam eles artísticos ou jornalísticos, definir quais são os formatos das produções e reflexões sobre a sociedade que farão parte do futuro. Sempre pense antes de se deixar entreter sem que haja reflexão sobre o que está na sua frente.

 

“A arte só oferece alternativas a quem não está prisioneiro dos meios de comunicação de massas”. Humberto Eco

  + Leia mais:

 ‘O cortiço’ revela curiosidades sobre a vida carioca

Um mundo real nas lentes de Sebastião Salgado

‘Minha periferia’ chega a novas comunidades

‘O meu guri’ é alerta para a sociedade

Desigualdade social no horário nobre

‘Cidade de Deus’: realidade brasileira tipo exportação

Portinari transporta a expressividade humana para telas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: